Nutrição Animal

Oligossacarídeos em dietas para monogástricos

PDF

Para ler mais conteúdo de nutriNews Brasil 4º Trimestre 2023

Alex Maiorka Zootecnista, Professor Titular de Nutrição Animal da Universidade Federal do Paraná

Alex Maiorka

Isabella de Camargo Dias Médica Veterinária e Zootecnista, mestranda em Ciências Veterinárias pela UFPR

Isabella de Camargo Dias

Kendel Fleurimont Graduando em Agronomia pela Universidade Federal do Paraná

Kendel Fleurimont
+VER TODOS OS AUTORES

Oligossacarídeos em dietas para monogástricos

INTRODUÇÃO

O foco desse material é abordar sobre uma classe de carboidratos conhecida por oligossacarídeos, e quando falamos em dietas para frangos de corte, o ingrediente rico nessa classe de carboidratos é o farelo de soja.

Os principais oligossacarídeos presentes no farelo de soja são: a rafinose e a estaquiose. Ambos são formados por cadeias curtas de galactose, glicose e frutose que se ligam entre si. No geral, esses compostos influenciam de maneira benéfica a microbiota intestinal, porém podem causar efeitos negativos uma vez que são considerados fatores anti qualitativos.

Diante disso, vale lembrar que quando discutimos formulação de dietas de animais monogástricos, é fundamental mencionar os dois principais ingredientes utilizados: o milho e o farelo de soja.

BANNER de LALLEMAND

Embora o milho seja a matéria-prima mais utilizada em termos de quantidade dentro de uma dieta, o farelo de soja representa cerca de 35% (Rostagno et al., 2017) quando falamos em rações para frangos de corte, em particular.

O farelo de soja é o produto obtido após o processo de extração do óleo, diversas características fazem do farelo uma matéria-prima amplamente utilizada na alimentação animal, dentre elas, o alto teor de proteína que varia entre 46 e 52%, além disso, é uma fonte que tem alta digestibilidade de energia, ou seja, o animal consegue aproveitar os nutrientes de maneira eficiente e expressar em um melhor desempenho zootécnico (Pacheco et al., 2013; Lv et al., 2015).

A nível mundial, na safra 2022/23 foram produzidas pouco mais de 369 milhões de toneladas de soja e o Brasil foi o país que liderou o ranking de produção, seguido pelos Estados Unidos (USDA, 2023).

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab, 2023), na safra 2022/23 a produção foi de aproximadamente 155 milhões de toneladas, e os estados que mais se destacaram produção de soja foram o Mato Grosso, Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul (Tabela 1).

Tabela 1. Índices de produção de grãos de soja dos principais estados do Brasil.

BANNER de LALLEMAND
biozyme robapagina
Nuproxa 07-2023
banner special nutrients

Adaptado de Conab (2023).

 

Em termos de composição química o farelo de soja tem em torno de 45% de proteína bruta, 4,86% de fibra bruta, 1,95% de extrato etéreo, 6% de cinzas e 17% de outros compostos.

 

pesquisas-oligossacarideosNo estudo de Ibánez et al. (2020), os autores analisaram estudos científicos que avaliaram a composição química e qualidade proteica do farelo de soja entre os anos de 2002 e 2018 em diversos países, incluindo os maiores produtores, Brasil, Estados Unidos, Argentina e Índia. Nesse estudo foi constatado que a composição química do farelo de soja, inclusive de oligossacarídeos, é diferente em relação a localização geográfica onde é produzido e processado como descrito na Tabela 2.

Tabela 2. Composição nutricional e qualidade da proteína do farelo de soja de diferentes origens geográficas.

¹FDN – Fibra em detergente neutro ²KOH – Solubilidade proteica em KOH ³TIA – Atividade de inibidor de tripsina ⁴AU – Atividade ureática

OLIGOSSACARÍDEOS




PARA SEGUIR LENDO REGISTRE-SE É TOTALMENTE GRATUITO


Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital




CADASTRO




ENTRE EM
SUA CONTA








ENTRAR


Perdeu a senha?




banner special nutrients
nuproxa esp
Subscribe Now!
BANNER de LALLEMAND

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.