Nutrientes

Pontos críticos na nutrição de galinhas poedeiras

PDF

Para ler mais conteúdo de nutriNews Brasil 2 Trimestre 2022

Banner Pancosma abaixo artigo principal nutriBR

Pontos críticos na nutrição de galinhas poedeiras

As galinhas poedeiras de hoje têm alto potencial genético para produzir ovos e, se dadas as condições ambientais, sanitárias e nutricionais corretas, elas podem manter mais de 90% da postura durante um longo período do ciclo de produção.

Na última década, vimos como o avanço genético tem gerado galinhas poedeiras com extraordinária persistência produtiva, acompanhada por uma ligeira diminuição do peso corporal, consumo de ração e tamanho do ovo; atingindo 50% da produção mais cedo que há 10 anos.

Galinhas modernas, um desafio para os nutricionistas

As galinhas modernas representam um desafio para os nutricionistas, pois não se pode mais basear completamente nas informações científicas geradas no passado com outros tipos de aves.

Pode-se pensar em um aumento dos requerimentos nutricionais; no entanto, ainda estão produzindo um ovo por dia, com uma massa de ovo diária levemente reduzida, portanto, a demanda nutricional diária não deveria ter aumentado: daí a importância de considerar as exigências nutricionais da galinha em fase de postura com base no consumo diário de nutrientes.

Um dos problemas mais frequentes, atualmente, está em aves que estão atingindo o pico de produção e não são capazes de consumir ração suficiente, tendo que contar com sua gordura corporal e estrutura óssea para compensar a falta de nutrientes, gerando uma queda típica de produção que afetará o desempenho da ave para o resto de sua vida se as reservas forem inadequadas e/ou a demanda for alta.

Itpsa nutri br 0722
zinpro robapaginas
Yes
SINPET 0722

Portanto, é necessário preparar as galinhas poedeiras para que iniciem a postura com tamanho e peso adequados, um consumo alimentar de pelo menos 95 g e ideal de 100 g por dia e com uma reserva de cálcio adequada, o que significa um osso medular bem formado.

Para inter-relacionar os parâmetros acima, é necessário que as dietas de recria estimulem um aumento no tamanho do trato digestivo, aumentando os níveis de fibra e utilizando alimentos com tamanho de partícula de cerca de 1,0 a 1,2 mm a partir da quinta semana de idade.

Recomenda-se usar níveis de fibra de 3,5% de 5 a 11 semanas e 3,5 a 4,5% de 12 a 18 semanas de idade. Dietas de cria e recria de poedeiras (0 – 4 e 5 – 11 semanas de idade) devem ser formuladas com, pelo menos, 18% e 16% de proteína, respectivamente, com seus aminoácidos correspondentes para garantir um bom crescimento. E os níveis de energia metabolizáveis não devem estar abaixo de 2750 kcal/kg após 12 semanas.




PARA SEGUIR LENDO REGISTRE-SE É TOTALMENTE GRATUITO


Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital




CADASTRO




ENTRE EM
SUA CONTA








ENTRAR


Perdeu a senha?




SIAVS
perstorp-pt
Alltech rp
Vetanco
MAIS SOBRE Nutrientes

ESCUTE A REVISTA EM agriFM

agriFM

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.