02 May 2022

Alta nos fertilizantes resulta em aumento no custo de produção de milho 2022/23

Custo de produção da safra 2022/23 de milho em MT tem nova alta em mar.22. Segundo os dados do último relatório divulgado pelo IMEA.

Alta nos fertilizantes resulta em aumento no custo de produção de milho 2022/23

Durante a última semana, as cotações do contrato de jul/22 de milho na CME Group atingiram o
recorde de US$ 8,10/bu, máxima dos últimos 10 anos. Dessa forma, os conflitos (Rússia e a Ucrânia) seguem pautando um cenário incerto em relação à oferta do milho ucraniano, pois o país é o quarto maior exportador mundial do cereal.

Outro ponto que culminou na alta, estão as preocupações quanto à previsões climáticas nos EUA, devido à estimativa de geada para as regiões produtoras do cereal do país. Apesar disso, é muito cedo para definir o cenário da safra norte-americana, visto que, os trabalhos iniciaram neste mês e a estimativa da área de milho é recorde para a temporada.
Por fim, apesar do dólar apresentar recuo nas últimas semanas, os recordes nas cotações em Chicago na semana passada, somado a uma menor oferta do milho esperada no mercado mundial, estimularam a alta de 3,19% na paridade de jul/22 ante a semana passada, que podera impactar as exportações do cereal mato-grossense.

Destaques:

ALTA: as cotações correntes na bolsa de Chicago na última semana tiveram alta de 2,89% se comparado com a anterior e o cereal ficou cotado a US$ 8,09/bu
INCREMENTO: Devido as altas em Chicago e o recuo dos produtores do mercado, as cotações na B3 tiveram alta 2,64% no comparativo semanal, e ficou cotado a R$ 90,32/sc.
QUEDA: o preço do milho disponível no estado variou -0,61% ante a semana passada e ficou cotado a R$ 73,01/sc.

Custo de produção da safra 2022/23 de milho em MT tem nova alta em mar.22. Segundo os dados do último relatório divulgado pelo Instituto na segunda-feira (18/04), o custeio da safra futura do milho de alta tecnologia no estado ficou em R$ 3.265,08/ha, um aumento de 1,21% ante a fev.22.
Essa alta, se deu pelo aumento no custo dos macronutrientes em 1,42%, que foram impactados pela valorização nos preços dos fertilizantes em mar.22, devido às incertezas quanto à oferta do produto no mercado internacional.
Para se ter uma ideia, em mar.22 o preço;

  • Do MAP,
  • Da ureia e
  • Do KCL,

Aumentou de 107,95%, 95,60% e 155,08%, comparado com o mesmo período do ano passado, respectivamente.

Por fim, além da alta nos preços, o desafio dos produtores para a próxima safra, se estende em relação à disponibilidade dos produtos, que estão sendo afetados fortemente pelas sanções à Russía e Biolorussia, crise energetica na China, entre outros fatores.

zinpro robapaginas perstorp-pt
SIAVS
perstorp-pt
BANNER Tabelas Brasil
Vetanco
Relacionado com Grãos
ABvista
SIAVS
Yes
perstorp-pt

REVISTA NUTRINEWS BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de nutrición animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.