23 Feb 2021

Efeitos da nutrição precoce e das condições sanitárias sobre os níveis de anticorpos em frangos de corte

Pesquisa realizada por pesquisadores holandeses sugere que os níveis de anticorpos são afetados por condições ambientais (estratégia alimentar e condições […]

Efeitos da nutrição precoce e das condições sanitárias sobre os níveis de anticorpos em frangos de corte

Pesquisa realizada por pesquisadores holandeses sugere que os níveis de anticorpos são afetados por condições ambientais (estratégia alimentar e condições sanitárias), mas minimamente pela interação entre os dois fatores

 
A ativação e maturação do sistema imunológico, incluindo a geração de anticorpos, são dependentes da exposição ao antígeno no trato intestinal durante os primeiros dias após a eclosão dos frangos de corte.
A exposição precoce à microbiota intestinal e antígenos derivados de alimentos pode contribuir para a maturação imunológica acelerada. Portanto, a quantidade desses antígenos a que as aves são expostas após a eclosão pode determinar a rapidez com que a produção de anticorpos será estabelecida.
Em estudo realizado por pesquisadores holandeses da Wageningen University & Research investigou-se diferentes estratégias de alimentação (água e alimento oferecidos de forma precoce ou tardia – 72h após a eclosão) e condições sanitárias (baixo e alto nível de sanidade) no estimulo do sistema imune e produção precoce de anticorpos.
Os autores observaram que não houve interação estatística entre as estratégias alimentares e as condições sanitárias para nenhum dos parâmetros imunológicos observados. Os autores pontuaram que esses resultados indicam que os efeitos de curto prazo observados da nutrição precoce não afetam os níveis de anticorpos quando alojados em condições de baixa sanidade.
Porém, animais do grupo de alimentação precoce, quando comparados ao grupo de alimentação tardia, apresentaram maiores concentrações de IgM aos 7 dias de idade, entretanto, a diferença não foi observada aos 33 dias de idade, o que indica que não houve efeito da alimentação a longo prazo em relação a produção de anticorpos.
Os autores concluíram que os níveis de anticorpos são afetados pelas condições ambientais (estratégia alimentar e condições sanitárias). Porém, são necessárias mais pesquisas para estudar quais componentes da nutrição precoce e da baixa sanidade afetam a imunidade humoral, embora uma maior exposição a antígenos seja a via mais provável.
Link para consultar o artigo completo: Effects of early nutrition and sanitary conditions on antibody levels in early and later life of broiler chickens

HOLLEMANS, M. S. et al. Effects of early nutrition and sanitary conditions on antibody levels in early and later life of broiler chickens. Developmental & Comparative Immunology, v. 117, p. 103954, 2021.

Por: Redação nutriNews Brasil

BANNER Tabelas Brasil Vetanco
Yes
SIAVS
Nucleovet 062022
perstorp-pt
Relacionado com Pesquisa
agriNews FM pt
Vetanco
BANNER Tabelas Brasil
ABvista

REVISTA NUTRINEWS BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de nutrición animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.