Tecnologia para recuperação de pastagens dispensa adubação nitrogenada

29 Nov 2023

Tecnologia para recuperação de pastagens dispensa adubação nitrogenada

O Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) quer recuperar até 40 milhões de hectares de áreas de pastagens e, assim, aumentar a produção de alimentos para o mercado interno e externo. No país, segundo dados de 2022 do MapBiomas, as pastagens ocupam cerca de 164 milhões de hectares e grande parte apresenta algum processo de degradação. Para mudar esse cenário é preciso investir em tecnologias.

Muitas soluções, simples de serem implementadas e com custo acessível, estão à disposição do pecuarista para melhorar a produtividade do pasto.

Uma das tecnologias já é comercializada há alguns anos. Sustentável, a leguminosa Guandu BRS Mandarim, desenvolvida pela Embrapa Pecuária Sudeste, de São Carlos (SP), apresenta bons resultados para recuperar áreas degradadas quando consorciada com braquiária.

A planta possui alto potencial para adubação verde, melhorando a fertilidade do solo e a qualidade do pasto. Ainda, serve de alimento para os animais quando a pastagem é escassa. É um material de bom valor nutritivo, alto teor de proteína e com custo relativamente baixo.

biozyme robapagina
banner special nutrients

“O guandu BRS Mandarim é uma tecnologia sustentável para a recuperação de pastagens degradadas. Seu uso dispensa a adubação nitrogenada para recuperar o pasto, uma vez que o resíduo proveniente da sua roçada funciona como adubo verde, disponibilizando nitrogênio no sistema”, explica a engenheira agrônoma Lívia Mendes de Castro, da Embrapa Pecuária Sudeste. O material roçado tem a capacidade de agregar mais de 200 kg/ha de nitrogênio (N) na pastagem.

O cultivo da forrageira deve ser realizado na estação chuvosa. O manejo é simples. O produtor deve fazer uma roçada anual para manejar a leguminosa.

Em experimentos realizados na Embrapa Pecuária Sudeste, novilhas mantidas em pastagem consorciada com Guandu BRS Mandarim ganharam 450 gramas de peso vivo ao dia, enquanto bovinos em área degradada ganharam por volta de 250 gramas por dia. Os animais que permaneceram na integração com guandu não foram suplementados.

Nuproxa 07-2023
BANNER de LALLEMAND
agriCalendar
banner special nutrients

No pasto degradado foi utilizada suplementação mineral proteinada, a um custo adicional e desempenho inferior. Além disso, ocorreu aumento da lotação animal no consórcio com guandu, onde foi possível manter até 3,5 novilhas por hectare. Na pastagem degradada, de 1,5 a duas novilhas por hectare.

A tecnologia contribui com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, com a meta 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável. A solução colabora para a sustentabilidade dos sistemas de produção e com a melhoria da qualidade dos produtos, o que beneficia tanto os produtores quanto o sistema de produção pecuário.

Veja aqui onde podem ser encontradas as sementes.

Subscribe Now!
biozyme robapagina
banner special nutrients
nuproxa esp
Relacionado con Nutrição Animal
Últimos posts sobre Nutrição Animal
agriCalendar
Subscribe Now!
banner special nutrients
Nuproxa 07-2023

REVISTA NUTRINEWS BRASIL
ISSN 2965-3371

Assine agora a revista técnica de nutrição animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.