18 Mar 2022

JBS inicia agora no mercado de fertilizantes

JBS, líder global em alimentos à base de proteína, deu início a sua produção 100% nacional de fertilizantes, marcando a entrada da JBS Novos Negócios neste novo segmento. Localizada em Guaiçara, no interior de São Paulo, a Campo Forte Fertilizantes terá capacidade para fabricar 150 mil toneladas por ano em produtos. A iniciativa amplia a atuação da JBS na economia circular, em linha com o compromisso Net Zero 2040 da Companhia, e é resultado de um estudo iniciado em 2016 para identificar como fazer o melhor aproveitamento de resíduos das operações. A instalação demandou R$ 134 milhões em investimento.
Com esse investimento, a JBS passará a atuar no mercado de insumos agrícolas e se tornará a primeira produtora brasileira de alimentos a utilizar resíduos gerados nas operações da Companhia para fabricação de fertilizantes. “Essa inauguração reforça o propósito sustentável da JBS e é mais uma iniciativa de economia circular do Grupo, que dará um destino correto aos resíduos de suas operações, gerando um produto com valor agregado, a partir de um processo industrial altamente tecnológico e sustentável”, comenta Susana Carvalho, diretora Executiva na JBS Novos Negócios.
JBS ingressa no mercado de fertilizantes

Campo Forte produzirá uma linha completa de fertilizantes orgânicos, organominerais e especiais, a partir do aproveitamento de resíduos orgânicos e matérias-primas minerais, resultados de um alto investimento em inovação. A operação atenderá tanto empresas (B2B) como os consumidores finais (B2C), com uma proposta de venda consultiva e técnica, apoiada por análises laboratoriais e suporte na tomada de decisão de compra.
Ao produtor agropecuário, a Campo Forte entregará uma linha de fertilizantes que promove aumento de produtividade, potencializa os nutrientes e reduz perdas, com menor impacto ao meio ambiente. Inicialmente, a empresa irá priorizar os esforços de venda para as culturas da soja, milho, café, cana de açúcar, hortofrutícolas, além de pastagens e florestas. Os fertilizantes orgânicos poderão ser aplicados na agricultura orgânica.

Com a Campo Forte, a JBS irá ingressar em um mercado com potencial de crescimento e com oportunidade de ampliação da participação da produção nacional. “Hoje, 87% do volume de fertilizantes consumidos no Brasil são provenientes de importação. Isso traz uma grande oportunidade para expansão da empresa”, conta Susana.

O novo negócio está alinhado ao compromisso Net Zero 2040 da JBS de zerar o balanço líquido das suas emissões de gases causadores do efeito estufa, considerando toda a sua cadeia de valor. Isso porque os fertilizantes produzidos pela Campo Forte têm a premissa da economia circular. Ao usar como matéria-prima 25% do resíduo orgânico gerado pelas operações da JBS, a nova empresa garante uma destinação correta e um menor impacto ambiental para esses insumos.

Sobre a JBS

A JBS é líder global em produção de alimentos à base de proteína. Com uma plataforma diversificada por tipos de produtos (aves, suínos, bovinos e ovinos, além de plant-based), a Companhia conta com mais de 250 mil colaboradores, em unidades de produção e escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros. No Brasil, a JBS é a maior empregadora do país, com mais de 145 mil colaboradores. No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Seara, Swift, Pilgrim’s Pride, Moy Park, Primo, Just Bare, entre muitas outras, que chegam todos os dias às mesas de consumidores em 190 países.
A empresa investe em negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem e transportes, com foco na economia circular. A JBS conduz suas operações priorizando a alta qualidade e a segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade e bem-estar animal em toda sua cadeia de valor, e assumiu em março de 2021 o compromisso de se tornar Net Zero até 2040. Isso significa que a JBS vai zerar o balanço líquido das suas emissões de gases causadores do efeito estufa, reduzindo a intensidade das emissões diretas e indiretas e compensando toda a residual. A JBS foi a primeira empresa global do setor de proteína a estabelecer esse compromisso, com o propósito de alimentar pessoas ao redor do mundo de maneira cada vez mais sustentável.

Alltech rp ABvista
Logo JBS

Acesse o site!!

 

ABvista
Itpsa nutri br 0722
Banner Evento ESG Simposio Leite Integral
zinpro robapaginas
agriNews FM pt
BANNER Tabelas Brasil
Nucleovet 062022
Banner Evento ESG Simposio Leite Integral
Relacionado con Mercado
Últimos posts sobre rumiantes Mercado
Sectoriales sobre rumiantes Mercado
ABvista
Alltech rp
Banner Evento ESG Simposio Leite Integral
Itpsa nutri br 0722

REVISTA NUTRINEWS BRASIL

Assine agora a revista técnica de nutrição animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.