02 Apr 2021

Método de cultivo intercalar possibilita redução de riscos durante a safrinha

Um sistema inédito de produção de grãos, desenvolvido pela Embrapa Milho e Sorgo (MG), promete incrementar ainda mais a produção da soja […]

Método de cultivo intercalar possibilita redução de riscos durante a safrinha

Um sistema inédito de produção de grãos, desenvolvido pela Embrapa Milho e Sorgo (MG), promete incrementar ainda mais a produção da soja e do milho safrinha.  Trata-se do Antecipe, um método de cultivo intercalar que possibilita a redução dos riscos causados pelas incertezas do clima durante a segunda safra. Resultado de 13 anos de pesquisas, a tecnologia é composta por três pilares: um sistema inédito de produção de grãos, uma semeadora-adubadora exclusiva e um aplicativo para auxiliar o produtor a tomar as melhores decisões.
A tecnologia foi validada nas regiões que adotam a safrinha: Minas Gerais, Paraná, Goiás e Mato Grosso. O pesquisador Décio Karam, líder do projeto, explica queo Antecipe foi desenvolvido e aprimorado por pesquisas e os resultados têm sido promissores, tanto nas operações de plantio intercalar do milho, como na colheita da soja e no desenvolvimento do milho após a colheita dessa leguminosa”.
Para conhecer um pouco mais sobre esta tecnologia, neste domingo, 4 de abril, a partir das 08h30, assita ao programa Globo Rural, que apresentará uma reportagem sobre o Sistema Antecipe.
O chefe-geral da Embrapa Milho e Sorgo, Frederico Durães, considera que o Antecipe é uma estratégia relevante para a produção eficiente de grãos no binômio soja-milho.  “É uma concepção inteligente, pautada no conhecimento, capacidade inventiva e de associações interativas, resultante da aptidão intelectual da Embrapa e das conexões e parcerias para sua implementação expansiva, em progresso”.
O Sistema Antecipe baseia-se na propriedade de agregar alianças estratégicas e acordos funcionais com empreendedorismo e muito trabalho produtivo. Reconhecemos e agradecemos a todos os agentes e parceiros internos e externos à Embrapa por esta agenda de destaque e relevância. Doravante, o Sistema Antecipe é do Agro e do Brasil e cabe muita adesão, cooperação e progresso”, ressalta Durães.

Histórico e parcerias

A pesquisa de cultivo intercalar do milho nas entrelinhas da soja começou em 2007, na cidade de Sete Lagoas, Minas Gerais, numa parceria da Embrapa com a Basf.  Naquela época, o plantio do experimento era feito manualmente, mas os resultados iniciais já demonstravam o potencial dessa tecnologia.
Em 2010 começou, então, o desenvolvimento do primeiro protótipo da semeadora-adubadora, patenteado pela Embrapa.
Em 2019, surgiu o interesse da empresa Jumil em firmar parceria com a Embrapa Milho e Sorgo visando aprimorar o protótipo da semeadora-adubadora para a obtenção de um modelo de máquina em escala industrial, com potencial valor de mercado para viabilização do Sistema Antecipe no território nacional. Foi então assinado um contrato de parceria público-privada de PD&I em 2020.
O caráter colaborativo e transdisciplinar marca o desenvolvimento do Antecipe. Por se tratar de uma inovação ampla e de grande impacto para a agricultura brasileira, os ativos tecnológicos envolvidos contam com contribuição de diversos especialistas, não só da Embrapa Milho e Sorgo, mas também de outras unidades de pesquisa, como da Embrapa Informática Agropecuária (SP), no desenvolvimento do aplicativo, e da Embrapa Soja (PR), parceira desde o início, nos trabalhos para geração de conhecimento e nos testes de validação do sistema. Para Durães, o Antecipe é um exemplo de como a Embrapa tem ampliado a sua capacidade de estabelecer alianças estratégicas em relevantes temas para o Brasil.

Embrapa Milho e Sorgo – 45 Anos

A Embrapa Milho e Sorgo foi criada em 1975 e instalada em 14 de fevereiro de 1976. Deu continuidade a uma história de sucesso em pesquisa agropecuária na região de Sete Lagoas-MG. Desde 1907 são desenvolvidas pesquisas agropecuárias no município, sempre coordenadas por instituições públicas. Entre elas, se destacam o  Instituto de Pesquisa e Experimentação Agropecuária do Centro-Oeste (Ipeaco), o Instituto Agronômico do Oeste (IAO) e a Estação Experimental de Sete Lagoas.
Desde a sua fundação, a Embrapa Milho e Sorgo participa ativamente do desenvolvimento da agropecuária, pautada em ciência, dados e evidências. São 45 anos de pesquisa científica, com resultados e destaques técnico-científicos, gerenciais e mercadológicos inovadores para o agronegócio brasileiro.
Conheça a página especial dos 45 anos da Embrapa Milho e Sorgo, disponível aqui

zinpro robapaginas Itpsa nutri br 0722
Fonte: Sandra Brito | Embrapa Milho e Sorgo
Banner Evento ESG Simposio Leite Integral
zinpro robapaginas
BANNER Tabelas Brasil
Itpsa nutri br 0722
Relacionado com Grãos
Yes
Itpsa nutri br 0722
Nucleovet 062022
Banner Evento ESG Simposio Leite Integral

REVISTA NUTRINEWS BRASIL

Assine agora a revista técnica de nutrição animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.