banner horizontal whats
Paraná reforça liderança nacional na produção de peixes de cultivo

15 Jul 2022

Paraná reforça liderança nacional na produção de peixes de cultivo

O Anuário 2022 da Peixe BR (Associação Brasileira da Piscicultura) aponta, mais uma vez, o Paraná como o maior produtor de peixes produzidos em cativeiro. Segundo o documento, a produção cresceu 9,3%, em 2021, com 188 mil toneladas, 16 mil toneladas a mais do que no ano anterior. O cultivo da tilápia respondeu por 182 mil toneladas, mais que o volume somado dos dois Estados que aparecem na sequência, São Paulo (76 mil toneladas) e Minas Gerais (47 mil toneladas).

O Estado tem um modelo de produção relacionado com as cooperativas agrícolas, com ênfase na região Oeste e, mais recentemente, no Noroeste. O investimento passa por infraestrutura, frigoríficos para abate e capacitação dos produtores. Em todas as áreas, a presença do engenheiro de aquicultura vem ganhando importância. A modalidade da Engenharia, que é celebrada no dia 14 de julho, tem contribuído para elevar a produtividade e gerar novas fontes de renda nas propriedades rurais.

Atualmente, há 15 engenheiros de aquicultura com registro ativo no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR). Maria Alice Nunes está entre eles. Contratada pela cooperativa agroindustrial Cocari, com sede em Mandaguari, no noroeste do Estado, atua em projeto de fomento à piscicultura na região, iniciado há dois anos, nos moldes da integração da produção de frangos – não por acaso, a tilápia é apelidada de “frango d’água”.

producao-de-peixes

banner basf
nuproxa esp

Entre as atribuições, a engenheira de aquicultura avalia as propriedades interessadas em aderir à piscicultura, elabora planos de ação específicos, levando em conta a produtividade, questões ambientais, as demandas do projeto e a projeção de lucros. Posteriormente, realiza as vistorias e as perícias.

“Também trabalho com as equipes que formulam dietas e acompanham o desenvolvimento zootécnico dos peixes. O manejo das tilápias depende muito de questões técnicas, que envolvem a quantidade de ração e água, horários, temperatura da água. Todo o processo visa obter pescados saudáveis e com carne saborosa”, relata Maria Alice.

Em dois anos de projeto, foram cadastrados 271 produtores do noroeste do Paraná – 216 receberam visitas técnicas e 21 fazem parte do processo de integração à piscicultura. O número deve aumentar assim que um abatedouro da cooperativa inicie as atividades, em Alvorada do Sul.

banner basf
Nuproxa 07-2023
Subscribe Now!
agriCalendar

Engenheira da produção

Originária de Cascavel e graduada em Engenharia de Aquicultura em 2019, pela Universidade Federal da Fronteira Sul, campus de Laranjeiras do Sul, Maria Alice vê-se como uma profissional a serviço da produtividade. Quesito que tem recebido mais e mais atenção.

“Há outro olhar para a piscicultura no país. São Paulo e Rondônia vêm crescendo, o agronegócio e os governos sinalizam novos investimentos para o setor. Além de ser uma alternativa de renda (um hectare de lâmina d’água rende três vezes mais do que o plantio de soja), os peixes de cultivo são parte da resposta para a produção sustentável de alimentos no planeta”, observa Maria Alice Nunes.

Atribuições do engenheiro de aquicultura

De acordo com a Resolução nº 218/73 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), compete ao engenheiro de aquicultura o desempenho das atividades referentes ao cultivo de espécies de águas doces, estuarinas e marinhas, irrigação e drenagem para fins de aquicultura, ecologia e aspectos de meio ambiente referentes à aquicultura, análise e manejo da qualidade da água e do solo das unidades de cultivo e de ambientes relacionados a estes, cultivos de espécies aquícolas integrados à agropecuária, melhoramento genético de espécies aquícolas, desenvolvimento e aplicação da tecnologia do pescado cultivado, entre outras atribuições.

nuproxa esp
banner special nutrients
BANNER de LALLEMAND
biozyme robapagina
Relacionado con Outros
Últimos posts sobre Outros
nuproxa esp
biozyme robapagina
agriCalendar
Nuproxa 07-2023

REVISTA NUTRINEWS BRASIL
ISSN 2965-3371

Assine agora a revista técnica de nutrição animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.