banner horizontal whats
Sistema de alimentação animal com robôs gera economia ao produtor

16 Apr 2024

Sistema de alimentação animal com robôs gera economia ao produtor

Embrapa demonstra que utilizar o sistema de alimentação controlada com robôs gera economia de 20,7 t de ração/ano ou R$ 41,4 mil/ano por produtor

Considerando-se a suinocultura brasileira como um todo (55 milhões de animais/ano), esse ganho anual seria de cerca de R$ 1 bilhão.

O comunicado técnico da Embrapa Aves e Suínos, intitulado “Efeito da alimentação à vontade ou controlada nas fases de crescimento e terminação de suínos” é resultado de pesquisa que demonstra que com a utilização do sistema de alimentação controlada foi possível economizar 6,9 kg de ração ou aproximadamente R$ 14,00 por suíno produzido.

Considerando um produtor com uma instalação com capacidade de alojar 1.000 suínos e fazendo três lotes por ano, o resultado é uma economia de 20,7 toneladas de ração anualmente, o que equivale a mais de R$ 40 mil por ano por granja. Considerando-se a suinocultura brasileira como um todo (55 milhões de animais/ano), esse ganho anual seria de cerca de R$ 1 bilhão.

nuproxa esp
Nuproxa 07-2023

Segundo Giovani Molin, CEO da Roboagro, a alimentação dos suínos pode representar até 80% do custo de produção dos suínos.

“Esse fator é mais evidente nas fases de crescimento e terminação, onde o consumo de ração é maior. A indústria produtora de suínos juntamente com os técnicos, pesquisadores e a indústria de fornecimento de rações, têm trabalhado intensivamente na busca de procedimentos que possam melhorar os índices de produtividade dos suínos nestas fases de produção. Quebrando um tabu na suinocultura mundial, essa pesquisa coloca a nutrição controlada dos animais como uma nova referência para suinocultura de precisão.”

Visando melhorar a conversão alimentar dos suínos nas fases de crescimento e terminação, foi realizado um experimento com objetivo de comparar o efeito da alimentação dos suínos com fornecimento de ração controlada em comedouros do tipo “à vontade”, aplicando uma tabela padronizada com curva de consumo, definida pela integradora e abastecida por um robô alimentador de animais e comparamos com o fornecimento de ração à vontade, em comedouro tipo tulha, com ração sempre disponível.

Nuproxa 07-2023
agriCalendar
biozyme robapagina
banner special nutrients

Esse experimento traz uma nova perspectiva de resultados e de sustentabilidade financeira para agroindústrias em toda cadeia produtiva no Brasil e no mundo.

“Tínhamos muitas demandas e questionamento do setor para levar os benefícios do Roboagro para granjas com comedouros do tipo à vontade já que estavam sendo aplicados em larga escala em granjas com comedouro linear. E como em todo novo desenvolvimento, a empresa adota da ciência para validar a tecnologia. Dessa vez, desenvolvemos essa solução com a Embrapa para poder levar as ferramentas da suinocultura de precisão para essas granjas que não são possíveis adaptar para o sistema de comedouro linear”, esclarece Molin.

Segundo o pesquisador da Embrapa Aves e Suínos, Osmar Dalla Costa, diante dos resultados obtidos neste experimento, ao utilizar o sistema de alimentação por robô, recomenda-se alimentar os suínos nas fases de crescimento e terminação com alimentação controlada (robôs), implicando em melhor conversão alimentar e economia significativa de ração.

Os benefícios apontados na pesquisa resumidamente são melhor desempenho dos aninais com trato controlado, melhor gestão de recursos com economia de ração e maior retorno financeiro e maior adaptação de tecnologia a granjas existentes, levando a suinocultura de precisão a todos os suinocultores. Como ganhos indiretos, podemos considerar melhoria das boas práticas animais, melhor gestão das propriedades e redução no impacto ambiental.

Além disso, o uso dos robôs promove a chamada suinocultura 4.0 para a agroindústria, tornando a tomada de decisão rápida e assertiva durante o andamento do lote, pois fornecem controle e acompanhamento dos dados da produção em tempo real, na plataforma ou aplicativo Roboagro. Molin salienta que com a utilização do sistema de distribuição de ração controlada e do emprego da tecnologia de distribuição de ração da Roboagro, o retorno do investimento no robô é de dois anos, no máximo.

Sobre o experimento

Os suínos foram alojados em junho e abatidos em outubro de 2023, em uma propriedade localizada na região Oeste do Paraná. A propriedade possuía capacidade para alojar 3.200 suínos em três instalações. Foram utilizados 400 leitões, oriundos de cruzamento industrial, sendo 50% fêmeas e 50% machos, com peso médio ao alojamento de 23,95 kg. Os suínos foram alojados em baias coletivas com capacidade para 20 animais.

“As baias com piso 100% ripado, bebedouros do tipo chupeta e comedouro tulha instalado no meio. Os animais do ‘tratamento controlado’ (com robô) receberam ração controlada, duas vezes ao dia, conforme tabela padrão da empresa, sendo que quando havia sobra de ração do trato anterior, o trato em execução era suspenso e a ração não fornecida não era reposta no trato seguinte. No ‘tratamento à vontade’ a ração era fornecida à vontade de forma a manter os comedouros sempre com disponibilidade de ração aos animais. As rações utilizadas foram formuladas para atender as exigências nutricionais das respectivas fases de criação”, explica Dalla Costa.

Os leitões foram identificados com brincos, pesados, classificados por sexo (machos e fêmeas), divididos em duas categorias de peso (médios e pesados) e pesados individualmente a cada 21 dias.

banner basf
Nuproxa 07-2023
agriCalendar
biozyme robapagina
Relacionado con Inovação
Últimos posts sobre Inovação
Nuproxa 07-2023
Subscribe Now!
nuproxa esp
agriCalendar

REVISTA NUTRINEWS BRASIL
ISSN 2965-3371

Assine agora a revista técnica de nutrição animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.