26 Mar 2021

Comportamento alimentar e desempenho pré e pós-desmame de leitões

O período de desmame é estressante para leitões, devido a estressores como mudanças no ambiente, estrutura social e dieta alimentar. O estímulo alimentar pré-desmame pode auxiliar o desenvolvimento e consumo de alimento em leitões. Porém, os estímulos durante a fase pré-desmame podem afetar o comportamento dos leitões na fase pós-demame?


Na suinocultura moderna, o período de desmame é comumente visto como o evento mais estressante na vida de um suíno, pois compreende múltiplos estressores concomitantes, como mudanças no ambiente, estrutura social e dieta alimentar.
Devido ao estresse causado pelo desmame e o conhecimento de que o estimulo ao comportamento natural exploratório e curioso dos suínos beneficia sua capacidade de lidar com o desmame, pesquisadores da Wageningen University and Research na Holanda, realizaram um experimento com o objetivo de investigar o efeito da diversidade alimentar (vs. monotonia alimentar) na ingestão de ração pós-desmame, desempenho e estresse de leitões.
Para realizar o experimento, os pesquisadores utilizaram uma combinação 2 x 2, com variação da dieta (monótona e diversa) e variação da apresentação da ração (com ou sem substrato). Da seguinte forma:

  • MO: dieta monótona, composta por dieta sólida basal no creep feeding;
  • DD: dieta diversificada, composta por 4 tipos diferentes de alimento, ração basal do creep fedding, aipo, cereal de mel e amendoim com casca;
  • CON: o alimento foi apresentado sem substrato (areia);
  • SUB: alimento apresentado com substrato, parte escondido no substrato e parte em cima do substrato.

Os itens da ração diversa foram selecionados de modo a criar uma dieta o mais variada possível em propriedades sensoriais (por exemplo, sabor doce e amargo, itens pequenos e grandes, textura crocante e pegajosa, estrutura dura e macia, superfície lisa e nervurada) e para estimular o forrageamento como extração e mastigação.
 

Comportamento alimentar pré-desmame

Leitões que receberam dieta diversificada passam pelo menos duas vezes e meia mais tempo na exploração do alimento e se alimentando em relação aos leitões que receberam dieta monótona, seja ela com ou sem substrato.

Outro ponto de destaque foi que os leitões que receberam a dieta monótona não brincaram com o alimento, não foi observado nenhum leitão realizando este comportamento; no grupo que recebeu a dieta diversificada a porcentagem variou de 5% a 25% dos animais brincando com o alimento.
A alimentação diversificada aumentou a porcentagem de leitões da ninhada observados comendo simultâneamente em comparação com leitões que receberam dieta monótona.
 

Ingestão de alimento antes do desmame

O alimento (soma de todos os itens de alimentação) nas baias com oferta de ração diversificada precisou ser recarregada com mais frequência em comparação com a alimentação nas baias com oferta de ração monótona.
Os leitões que receberam dieta diversificada consumiram 1.267 ± 169 g de ração durante a lactação (d4-28), dos quais 178 ± 34 g corresponderam a ração basal (2.839 kJ EM), enquanto os leitões da dieta monótona consumiram 260 ± 38 g de ração basal (4.147 kJ ME) durante a lactação. Além disso, os leitões do grupo dieta diversificada consumiram 566 ± 84 g de aipo (340 kJ ME), 252 ± 47 g de cerais de mel (4,024 kJ ME) e 270 ± 54 g de amendoim com casca (7,058 kJ ME).
Os leitões do grupo da dieta diversificada, portanto, consumiram 1 kg a mais no total durante a lactação do que os leitões da dieta monotona.
 

ABvista Nucleovet 062022
Efeito do substrato como estratégia de apresentação alimentar

Quando dada a escolha entre areia no comedouro ou não, os leitões passam mais tempo explorando a ração no comedouro com areia (substrato) em comparação com a exploração da ração no comedouro sem areia em todos os dias de observação
 

Peso corporal de leitões

O número de leitões desmamados não foi afetado pela variedade da dieta, apresentação da ração ou sua interação.
Os leitões que receberam ração diversificada cresceram mais rápido nos últimos 2 dias antes do desmame em comparação com os leitões que receberam dieta monótona, mas os tratamentos não diferiram no peso ao desmame no d28 e homogeneidade no peso ao desmame nas ninhadas
 

Lesões corporais após o desmame

A diversidade alimentar antes do desmame reduziu o número de lesões corporais 4 h após o desmame. Enquanto que a apresentação da ração no substrato durante a lactação, em contraste, aumentou o número de lesões corporais. Leitões do grupo dieta monótona com substrato tiveram mais lesões em seus corpos do que os outros três grupos de tratamento 24 horas após o desmame.
 

perstorp-pt
Vetanco
Alltech rp
SIAVS

Os autores concluíram que um regime alimentar diversificado para leitões na maternidade estimulou altamente a exploração, alimentação, ingestão de alimentos e a porcentagem leitões que ingerem alimento, além de aumentar seu crescimento até o desmame.

A diversidade alimentar, portanto, tem o potencial de fazer com que todos os leitões lactentes aumentem a ingestão de alimento, o que leva ao melhor desempenho dos leitões e, potencialmente, seu bem-estar antes do desmame.

Contra as expectativas, os benefícios pós-desmame como resultado da diversidade dietética pré-desmame foram menores e efeitos prejudiciais da apresentação da ração em um contexto de estimulação de forrageamento foram encontrados na adaptação pós-desmame de leitões. Isso pode ser devido à perda de diversidade e substrato de leitões experimentados no desmame, portanto, o reforço da diversidade da dieta e da apresentação da ração no substrato após o desmame merece mais atenção.

 
Para consulta do artigo completo clique aqui

MIDDELKOOP, Anouschka et al. Pigs like it varied; Feeding behavior and pre-and post-weaning performance of piglets exposed to dietary diversity and feed hidden in substrate during lactation. Frontiers in veterinary science, v. 6, p. 408, 2019.

 
As informações desse texto foram retiradas do artigo intitulado “Pigs Like It Varied; Feeding Behavior and Pre- and Post-weaning Performance of Piglets Exposed to Dietary Diversity and Feed Hidden in Substrate During Lactationcom autoria de:
Anouschka Middelkoop, Manon A. van Marwijk, Bas Kemp and J. Elizabeth Bolhuis*
Adaptation Physiology Group, Department of Animal Sciences, Wageningen University and Research, Wageningen, Netherlands

Adaptado por Márcia Cândido – nutriNews Brasil

zinpro robapaginas
Yes
Vetanco
BANNER Tabelas Brasil
Relacionado com Pesquisa
ABvista
Nucleovet 062022
agriNews FM pt
Vetanco

REVISTA NUTRINEWS BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de nutrición animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.