O pré-secado como alimento estratégico para vacas leiteiras

10 Nov 2022

O pré-secado como alimento estratégico para vacas leiteiras

Durante o 11° Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite (SBSBL), evento que reúne especialistas da cadeia de produção de leite, a utilização do pré-secado na alimentação de vacas leiteiras foi discutido em palestra que ocorreu no segundo dia do simpósio, que acontece entre os dias 08 e 10 de novembro, na cidade de Chapecó-SC.

O engenheiro agrônomo Igor Quirrenbach de Carvalho apresentou durante o painel “Produção eficiente de volumosos”, a palestra “Pré-secado: importância da fibra e estratégias para redução do custo de produção”. O palestrante desenvolve pesquisas com a cultura do milho e forrageiras, presta consultoria para fazendas e empresas do agronegócio, além de realizar treinamentos na área de produção de forragens.

O mercado agropecuário busca novas tecnologias para ampliar a produtividade, a segurança e a eficiência nas propriedades. E um dos pontos que sempre está em evidência é a alimentação dos animais.

Uma dessas tendências é o pré-secado, indicado para alimentação de todos animais ruminantes. Na bovinocultura de leite, ele tem ganhado espaço como segunda opção de volumoso das fazendas, contribuindo como fonte de fibra fisicamente efetiva, proteína e energia, associado a alta digestibilidade, melhorando desta maneira a saúde ruminal e a produtividade animal.

Banner eu sou a voz do agro agriNews FM pt

Em sua apresentação, Igor explicou que a dieta de vacas leiteiras é composta, geralmente, por 48% de concentrado e 52% de volumoso, podendo este último ser constituído de 37% de silagem de milho e os outros 15% de pré-secado. Ele também abordou os motivos do por quê utilizar pré-secado ou feno nas fazendas:

1 – Fonte de fibra para vacas leiteira;

2 – Pode-se fornecer para recria: maior teor de proteína bruta, palatável, com baixo amido e não engorda novilhas como a silagem;

agriNews FM pt
Banner eu sou a voz do agro
cbna
zinpro robapaginas

3 – Alto valor nutricional: cerca de 24% de proteína bruta;

4 – Aproveitamento da estrutura da fazenda (maquinas e mão-de-obra) – é possível fazer no inverno ou na safrinha;

5 – Aproveitamento de áreas no verão e no inverno;

6 – Aproveita a sobra de pastagem de verão: devido à produção sazonal, no verão há sobra do pasto;

7 – Sobressemeadura sobre pastagem perene;

8 – Reduzir o custo com a alimentação.

Sobre o Evento

O SBSBL é promovido pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet) e ocorrerá no período de 8 a 10 de novembro. Paralelamente acontecerá a 6ª Brasil Sul Milk Fair. O evento será realizado exclusivamente no formato presencial, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó (SC), e reunirá especialistas que debaterão tendências, inovações e o futuro do setor.

O 11º Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite tem apoio da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMV/SC), da Prefeitura de Chapecó e da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc).

cbna
Yes
Alltech rp
Vetanco
Relacionado con Evento
Últimos posts sobre rumiantes - Evento
Contenido sobre otras especies - Evento
BANNER Tabelas Brasil
Alltech rp
Banner eu sou a voz do agro
cbna

REVISTA NUTRINEWS BRASIL

Assine agora a revista técnica de nutrição animal

SE UNA A NOSSA COMUNIDADE NUTRICIONAL

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - O podcast do sector pecuário em espanhol
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agropecuárioagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor pecuário.